Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Empreendimentos imobiliários

Empreendimentos imobiliários

- 14 de agosto de 2013 787 Visualizações
Empreendimentos imobiliários
 
A implantação de um projeto desde a intenção até a operação está vinculada diretamente a processos e subprocessos necessários para que seja concluído de maneira satisfatória.
Podemos considerar para as evoluções dos estágios que, desde o ciclo de intenção até os ciclos de avaliação, consolidação, implantação e operação, esta estrutura tem procedimentos que permitem uma atuação segura para a integração das áreas de conhecimento (acionistas, conselho, presidência, marketing, administração, engenharia, econômico-financeira, patrimônio, aquisições, recursos humanos, produção, comunicação, meio ambiente, ações legais, qualidade, controller, integração), dando ênfase aos riscos por:
processos de coleta de dados de entrada: dados para a formatação das análises;
processamento dos dados: ferramentas de análise, processos auxiliares (subprocessos) vinculados à cultura da empresa, interessados internos e externos ao projeto da empresa, expertos e consultores específicos do projeto em questão, uma série de operações necessárias para registrar dados e convertê-los em todas as informações de saída desejáveis; e
processos de saída das informações: resultado da análise das entradas e seu processamento para a execução de planejamento e controle e consequentemente para tomada de decisões, e que servem como subsídios a outras análises subsequentes.
A interligação desses processos depende do projeto e de suas dimensões, mas de uma forma geral deveremos considerar para qualquer um dos estágios (ciclos) acima mencionados, a seguinte interdependência:
processo de inicialização: estabelece a base do projeto como um todo ou um dos estágios e obtém o compromisso dos interessados (ações, responsabilidades, metas, técnicas, custos, entre outros) para com o projeto;
processo de planejamento: desenvolve um plano para orientar a execução das metas do projeto como um todo ou um dos estágios acima mencionados, fixando principalmente as precedências lógicas das atividades (fluxogramas, desenhos, metas, estratégias, detalhamento técnico e econômico, recursos humanos e de equipamentos e materiais, entre outros), o controle (avaliação do andamento do projeto nas áreas de conhecimento) e o encerramento do projeto, com ênfase no cumprimento das metas;
processo de execução: coordena os recursos do projeto como um todo ou um dos estágios acima mencionados, tanto humanos como materiais, equipamentos, enfim, os insumos para realizar o trabalho descrito no plano (é nesta área que se tem os maiores gastos de implantação de um projeto) e no caso do ciclo de implantação do projeto teremos:
  • construção: materiais, mão de obra e equipamentos para a execução das instalações referentes a edificações ou similares, que fazem parte do ativo fixo de um projeto. Por exemplo: construção de uma barragem, de um edifício, etc.;
  • instalações efetivas de produção que fazem parte do ativo fixo do projeto, teste inicial, final e início de operação (por exemplo, as turbinas que deverão gerar energia de uma hidrelétrica, os elevadores e sistema de inteligência de um edifício).
processo de controle: acompanha e mede o desenvolvimento do projeto (principalmente o processo de execução), fazendo ajustes para garantir que ele atinja suas metas;
processo de encerramento: conclui formalmente o projeto.

Empresa empreendedora
empresa empreendedora é o termo utilizado para qualificar, ou especificar, principalmente, aquelas que detêm uma forma especial, inovadora, de se dedicar às atividades de organização, administração e execução, principalmente na geração de riquezas, na transformação de conhecimentos e bens em novos produtos (mercadorias ou serviços), gerando um novo método com as áreas de seu próprio conhecimento, ou atraindo outras empresas com conhecimento específicos, ou ainda captando inteligências para gerar novos negócios;
possuem a habilidade de desenvolver novos projetos, produtos que podem levar meses, anos, e que podem gerar fonte de renda da empresa por muitos anos;
empresa empreendedora consciente é aquela que conhece o processo de criação e desenvolvimento nos seus diversos ciclos, por exemplo, uma empresa pode considerar que levará alguns anos para atingir o ponto de equilíbrio econômico, porém o ciclo de vida é longo.