Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Solução para logística no Nordeste é a cabotagem

Solução para logística no Nordeste é a cabotagem

Texto de João Bandeira Neto, publicado no Jornal de Hoje - 03 de setembro de 2013 688 Visualizações
Solução para logística no Nordeste é a cabotagem
 
A logística dos transportes de produtos que entram e saem dos estados da Região Nordeste, apontado como um dos principais problemas que dificultam o desenvolvimento da região, foi debatido ontem, durante seminário do Movimento Integra Brasil, no Centro de Eventos. Entre as soluções apresentadas, a navegação de cabotagem é apontada como o principal meio de transporte de cargas na recuperação econômica na logística do Nordeste.
Para o presidente da Transpetro, Sérgio Machado, os estados que compõe a região devem pensar em uma nova logística e isso passa pelo sistema aquaviário. “É de suma importância para o desenvolvimento da região o uso em larga escala do sistema aquaviário. Um dos bons exemplos é a cabotagem, onde o transporte ocorre entre portos da mesma região. Temos que pensar em integrar ainda mais os eixos dos estados”, enfatiza.
O Governo Federal prometeu investir mais de R$ 200 bilhões nos modais de transporte, de forma a facilitar o acesso aos portos brasileiros. O transporte de cabotagem será prioridade nos investimentos, que tem, como vantagens, a diminuição de custos e do índice de sinistros e avarias das embarcações, bem como a diminuição do desgaste das rodovias.
De acordo com o presidente da Macrologística Consultoria, Renato Casali Pavani, o projeto Nordeste Competitivo já está em execução com o objetivo de diminuir os custos com o transporte em R$ 6 bilhões por ano. “O primeiro passo a ser dado é fortalecer o que todos vêm falando, a técnica de cabotagem. Ela representa uma economia de R$ 1 bilhão no transporte.
Depois é o melhoramento das nossas ferrovias e por último, a restruturação das nossas rodovias”, destaca. Para Renato Casali, as rodovias também devem ter atenção no plano de restruturação logística da região. “Até 500 quilômetros, não existe transporte mais barato e rápido para as cargas. Por isso, o setor rodoviário deve ligar cada vez mais os estados nordestinos”, pontua.
Desigualdades
A desigualdade inter-regional também foi debatida durante o seminário. Para o Secretário de Planejamento da Paraíba, Gustavo Maurício, as desigualdades são motivadas por questões políticas que se arrastam por décadas. “Os melhores investimento na logística da região concentram-se nos estados da Bahia, Ceará e Pernambuco. Temos que buscar resolver primeiro nossas desigualdades, para começarmos a competir com os estados da região Sul-Sudeste”, diz. 
Para Sérgio Machado, ainda falta ao NE um maior investimento tecnológico. Segundo ele, 86% das indústrias instaladas na região são de baixa tecnologia e não agregam valor aos produtos. “As indústrias que atraímos não trazem a cadeia de produção como um todo. Isso não gera lucros efetivos. Temos que pressionar o Governo para investir recursos tecnológicos na região”, finaliza.
Glossário
Cabotagem. é a navegação realizada entre portos interiores do país pelo litoral ou por vias fluviais. A cabotagem se contrapõe à navegação de longo curso, ou seja, aquela realizada entre portos de diferentes nações.