Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Sustentabilidade é critério para contratação

Sustentabilidade é critério para contratação

Texto de Yara Ferraz, publicado do Diário do Grande ABC - 02 de outubro de 2013 820 Visualizações
Sustentabilidade é critério para contratação
 
Estar familiarizado com os conceitos e ações de sustentabilidade é fator decisivo para a contratação de novos profissionais nas grandes empresas. Além da formação na área escolhida e de diferenciais, como falar uma segunda língua, conhecer e pensar no bem do ambiente e no papel que a companhia pode ter são posturas que vêm sendo cada vez mais procuradas pelas empresas do ramo de Petróleo e Gás, que vêm trazendo novas oportunidades aos trabalhadores de diversas áreas.
Por exemplo, além daqueles que trabalham nas plataformas petrolíferas (onde o salário pode chegar a R$ 15 mil), há oportunidades na área de laboratório. Quem tem formação técnica, ganha salário de até R$ 3.000. Já os com nível universitário, podem ter salários em torno de R$ 6.000.
Outro departamento que tem destaque é o de percepção de risco, onde trabalham profissionais das áreas ambiental e biológica. Nesse tipo de atividade, o profissional deve trabalhar com a comunidade e os moradores da região ao redor da sede para diminuir os riscos de acidente. Para essa função, o salário é de R$ 4.000.
As opções de atividades ligadas aos investimentos em sustentabilidade foram o assunto da terceira apresentação na 2ª Rodada de Palestras, promovida pelo Diário, na tarde de ontem, para alunos do Ensino Médio e Técnico do Sesi São Bernardo. As orientações foram dadas pela bióloga e professora da USCS (Universidade Municipal de São Caetano), Marta Angela Marcondes, mestre em Políticas Públicas Ambientais.
Para conquistar um emprego no setor de petróleo e gás, como a Petrobras, a professora recomenda que os profissionais sempre tenham algo a mais a demonstrar. “Além de a pessoa saber se comunicar e escrever bem, ela deve falar inglês, saber trabalhar em grupo e interagir com os outros funcionários”, afirmou Marta.
Como o processo seletivo é feito por concurso, além da preparação acadêmica, os interessados devem conhecer a companhia e seus projetos, já que algumas questões são baseadas nisso. De acordo com a professora Marta Angela, o funcionário que tenha atitudes sustentáveis, se preocupa com o papel social da empresa e saiba economizar energia no trabalho tem mais chances de contratação.
A coordenadora do Ensino Médio, Fabiana Anhas Raquel, destacou que a palestra despertou o interesse dos estudantes. “Alguns alunos, que já se interessavam por essa área, gostaram muito do que ouviram. Para os que não conheciam, foi muito positivo também”, avaliou.