Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Aberta a Primeira Feira Brasileira do Grafeno
Tecnologia

Aberta a Primeira Feira Brasileira do Grafeno

gov.br - 12 de julho de 2021 777 Visualizações
Aberta a Primeira Feira Brasileira do Grafeno

O grafeno considerado um dos materiais mais fortes e leves do mundo e também um dos mais finos. - Foto: TV Brasil

A Primeira Feira Brasileira do Grafeno foi aberta, nesta sexta-feira (9), em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. O Presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, participaram da inauguração do evento e também visitaram a Universidade de Caxias do Sul, onde está instalada a primeira e maior planta de produção de grafeno em escala industrial da América Latina, a UCSGRAPHENE, ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

A planta de produção de grafeno está em operação desde março de 2020 e reúne a experiência de anos de pesquisa da Universidade de Caxias do Sul em nanotecnologia, gerando grafeno para produção de alta tecnologia. Tem capacidade para produzir até 5 mil quilos por ano, além de ser berço para pesquisas e desenvolvimento de novos produtos oriundos desse material.

A ideia inicial é atender a demanda nacional, começando pelo setor automotivo. No entanto, o produto já está sendo transformado em materiais que são usados em nosso dia a dia, como copos, sacos de lixo, peças de carro e até coletes à prova de bala.

“Não é fácil nós evoluirmos em ciência e tecnologia. Geralmente, tem alguém na nossa frente. Agora, uma grande fresta apareceu. Um grande horizonte. Uma fronteira incomensurável que, ao passar por aqui, vi na prática que é realmente algo fantástico para a nossa pátria”, afirmou o Presidente Jair Bolsonaro ao destacar a importância do potencial do grafeno para o desenvolvimento do Brasil.

O que é o grafeno?

O grafeno nada mais é do que uma variação do grafite, que é composto por carbono. A diferença é que o grafeno possui uma estrutura hexagonal, de seis lados. Segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, ele é considerado um dos materiais mais fortes e leves do mundo e também um dos mais finos. É duzentas vezes mais resistente que o aço, ou seja, pode competir com uma série de materiais que já existe, com a vantagem de ter maior qualidade e durabilidade. É considerado um dos maiores recursos da atualidade para aplicações em alta tecnologia.

De acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, o Brasil é o terceiro maior fornecedor mundial do mineral grafita e possui a segunda maior reserva mundial desse material, que é a principal matéria-prima para o grafeno. Estima-se que esse mercado movimentará em cinco anos mais de 3 bilhões de dólares.

Primeira Feira Brasileira do Grafeno

A Primeira Feira Brasileira do Grafeno ocorre até 16 de julho no Ginásio I da Vila Poliesportiva, do Campus-Sede da Universidade de Caxias do Sul.

No local, os visitantes podem conhecer diversos produtos dos mais variados segmentos que possuem grafeno na composição. São produtos como capacetes, peças de carro, produtos destinados à construção civil e também para a proteção pessoal. O espaço conta com diversos estandes.

Quem for conferir a feira, na Universidade de Caxias do Sul, pode visitar também uma exposição de veículos elétricos feitos com grafeno.