Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento é reconhecido como modelo de excelência por 90% de seus participantes
Entidades

Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento é reconhecido como modelo de excelência por 90% de seus participantes

Assessoria de Imprensa - 29 de setembro de 2021 477 Visualizações
Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento é reconhecido como modelo de excelência por 90% de seus participantes

Uma pesquisa promovida pelo CNQA – Comitê Nacional da Qualidade ABES mostra que o PNQS – Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento é altamente recomendado pelos participantes. Promovido pela ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, por meio do Comitê Nacional da Qualidade ABES (CNQA), o PNQS é a única premiação do mundo voltada à gestão no setor de saneamento ambiental e uma das ferramentas que têm mostrado grande eficácia para a melhoria e aperfeiçoamento dos processos de gestão nas empresas brasileiras.

A pesquisa mostrou que o NPS, medida de probabilidade de recomendação do PNQS a pares da esfera de influência, é de 90%, sendo que entre os dirigentes é de 95%. Além disso, cerca de 3/4 dos respondentes, de todos os perfis, informaram que o prêmio contribuiu muito para o desenvolvimento profissional e pessoal, e 22% testemunham algum aprendizado.

Segundo Carlos Schauff, coordenador da pesquisa pelo CNQA e consultor técnico do Programa desde 2002, isso é importante para estimular profissionais de dentro e fora do setor a se inscreverem como examinadores voluntários. "Qualquer profissional de dentro e fora do setor pode participar, nós treinamos, selecionamos e orientamos durante os trabalhos", diz Schauff.

Quase 2/3 dos respondentes declarou que o PNQS é o programa baseado em um modelo e metodologias participativas mais mobilizador e promotor de ganhos do que qualquer outro que conhece.

Por fim, quase 80% declaram que participam do prêmio para intercâmbio de experiências no campo da gestão (benchmarking).
PNQS emitirá o ESG index da ABES

A pesquisa também permitiu que os respondentes opinassem sobre as melhorias propostas para 2022. Entre elas, com apoio quase unânime, a de incorporar os requisitos do ESG 2.0 no MEGSA e a opção de medir o "ESG index", desafio esse dado pela coordenadora do CNQA, Samanta Tavares, ao Núcleo Técnico do CNQA, coordenado por Schauff.

Segundo ele, "o modelo atual já é compatível com o ESG 1.0 desde 2009 e ao evoluir para o patamar 2.0, visa a explicitar essa característica, e a desenvolver as organizações do setor a níveis equivalentes às exigências dos principais índices ESG mundiais".

Schauff afirma também que "o MEGSA trará outras inovações como a gestão enxuta e digital, bem como mais objetividade para adoção do modelo para avaliação da qualidade da gestão".

De acordo com a coordenadora do CNQA, os indicadores trazidos pela pesquisa foram muito bons e a avaliação foi que o prêmio possui uma alta reputação.

“A gente é realmente um modelo de trabalho e de excelência em gestão, que promove a melhoria da prestação de serviço no setor e que tem por objetivo promover a universalização do saneamento com uma qualidade de prestação de serviço alta pra população brasileira”, diz Samanta.
Sobre a pesquisa

A pesquisa foi promovida em julho de 2021 e os resultados foram detalhados durante a 59ª reunião do CNQA em 09 de setembro. O objetivo do estudo foi conhecer a opinião dos usuários, de diversos perfis, sobre o PNQS, para a elaboração de uma proposta de avanços para 2022.

O PNQS é uma plataforma de reconhecimento no setor de saneamento ambiental que visa a coletar experiências bem-sucedidas de gestão para compartilhar no setor. O prêmio é realizado pelo CNQA (saiba mais: https://pnqs.com.br).

Ao todo, 59 pessoas responderam as perguntas da pesquisa, sendo 25% dirigentes, 36% profissionais, 41% examinadores e 10% consultores em gestão, membros da banca examinadora.
Considerando todas as categorias, em 2021 há em torno de 140 candidaturas submetidas à banca examinadora, dos quais os melhores casos serão escolhidos para compartilharem suas experiências e serem reconhecidos de alguma forma.
“É bom lembrar que a escolha é feita com base em rigoroso critério de avaliação do MEGSA, modelo de excelência em gestão específico do saneamento ambiental, sendo que os juízes selecionam as reconhecidas pelo score sem conhecer o nome das candidatas”, ressalta Schauff.

Sobre a ABES

Com 55 anos de atuação, a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES é uma associação com fins não econômicos, que reúne no seu corpo associativo cerca de 10.000 profissionais do setor. A ABES tem como missão ser propulsora de atividades técnico-científicas, político-institucionais e de gestão que contribuam para o desenvolvimento do saneamento ambiental, visando à melhoria da saúde, do meio ambiente e da qualidade de vida das pessoas. É a associação brasileira que reúne a maior diversidade de entes do setor: empresas públicas e privadas, profissionais de diversas faixas etárias e várias áreas relacionadas ao saneamento, além da engenharia, e outros prestadores de serviços e fornecedores.
Assessoria de Comunicação ABES

Ana Paula Rogers – 11 9 8493 3662 (VIVO e WhatsApp) – 11 9 5820 0080 (TIM) – anarogers@foco21comunicacao.com e anapaularogers@gmail.com

Suely Melo – 11 9 8839 0380 (WhatsApp) 11 9 5981-9321– suelymelo@foco21comunicacao.com e melo.suelymelo@gmail.com