Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Pneu metálico promete durar tanto quanto o próprio veículo
Inovação

Pneu metálico promete durar tanto quanto o próprio veículo

Inovação Tecnológica - 31 de dezembro de 2021 741 Visualizações
Pneu metálico promete durar tanto quanto o próprio veículo

Roda com suspensão a ar

O engenheiro Zoltan Kemeny se autodenomina um inventor, o que ele comprova com suas mais de 200 patentes.

E parece que uma delas está prestes a fazer história - e muito dinheiro para o inventor.

Kemeny criou uma roda metálica para substituir os pneus de borracha usados por grandes veículos, incluindo desde os gigantescos caminhões usados emmineraçãoaté os tratores agrícolas e demais máquinas que precisam trafegar fora das estradas.

Trata-se de uma roda quase inteiramente metálica, dotada de um sistema interno de suspensão a ar.

O anel externo do pneu - a parte que de fato gira - é ligado ao tambor interno por 20 cilindros de nitrogênio e seis amortecedores a óleo de dupla ação, com movimento bidirecional. Com uma pressão nominal de 2.500 PSI e uma pressão de ruptura de 10.000 PSI, os amortecedores são hermeticamente selados contra lama, poeira, pedras e água.

A parte rodante do pneu usa o mesmo princípio dos tratores de esteira, com a diferença que é circular. Ela é formada por pastilhas de aço ou de poliuretano, aparafusadas individualmente, facilitando a troca conforme cada uma se desgaste ou danifique.

Pneu metálico promete durar tanto quanto o próprio veículo

Estrutura interna da roda com suspensão a ar.

Pneu metálico

Kemeny apresentou a ideia a uma empresa de mineração, que aceitou financiar os testes. Todas as avaliações foram finalizadas com êxito, e agora o inventor se prepara para concorrer com os fabricantes de pneus para grandes caminhões usados em minas.

Além do menor custo - cada pneu de um caminhão fora de estrada usado em mineração custa por volta de US$70 mil - o inventor acena com argumentos nada desprezíveis: "As 'Rodas com Suspensão a Ar' são projetadas para durar tanto quanto o próprio veículo e, portanto, economizar até 60% em custos. Elas também são mais seguras, resistentes e 100% recicláveis".

Isso não significa que esses pneus metálicos não precisem de manutenção. Ainda que as sapatas sólidas tenham sido projetadas para durar de três a cinco vezes mais do que os pneus fora de estrada de borracha, os cilindros precisam de uma verificação anual, com os selos de vedação projetados para durar três anos.

Os cilindros propriamente ditos são projetados para durar dez anos, e a vedação contra lama da roda é projetada para durar quatro anos.

Inconvenientes à parte, o que se pode ter certeza é que esses pneus metálicos não vão furar.