Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Projetos da Tupy e MPK são os primeiros finalistas do Prêmio ABII 2022
ENTIDADES

Projetos da Tupy e MPK são os primeiros finalistas do Prêmio ABII 2022

Assessoria de Imprensa - 30 de maio de 2022 185 Visualizações
Projetos da Tupy e MPK são os primeiros finalistas do Prêmio ABII 2022

Tupy e MPK Equipamentos Industriais e Ferroviários já classificaram seus projetos para a final do Prêmio ABII 2022. A primeira rodada de apresentações com quatro cases foi realizada durante o 13º Encontro Nacional ABII, em Curitiba, depois que os projetos inscritos foram avaliados num processo de seleção feito por uma curadoria de especialistas.

A premiação é realizada anualmente pela ABII – Associação Brasileira de Internet Industrial e reconhecida nacionalmente por destacar projetos que desenvolvem ou utilizam as tecnologias habilitadoras da indústria 4.0 e a internet industrial das coisas (IIoT). Em sua 5ª edição, o prêmio funciona como um palco para as empresas mostrarem seus projetos ao mercado e inspira novas possibilidades, revelando na prática como as empresas estão aplicando as tecnologias no País.

Fabio Fritz, coordenador de TI industrial, apresentou o case da Tupy com o título “Jornada dos dados para a inteligência”; Claudio Jr., gestor de negócios, apresentou o case da Pollux Part of Accenture com o título “Linha 4.0 de fixadores aeroespaciais”; o gerente Vinicius Monteiro apresentou o case da MPK com o título “IoT salvando vidas na operação ferroviária”; e Lucas Jardim, engenheiro de desenvolvimento de processos, apresentou o case da Embraer com o título “Integração 4.0 de célula manufatura aditiva metálicos”.

Participaram do time de jurados da primeira rodada: o vice-presidente da ABII Luís Gonzaga Trabasso; o diretor Evandro Eckile Rodrigues; os líderes Luis Carlos Sima, Robson Klug, e Fabricio Petrassem Sousa; e o convidado pela PUCPR (onde foi realizado o evento), professor Ricardo Alexandre Diogo. Eles fizeram perguntas ao vivo para os especialistas que apresentaram os cases. A apresentação geral do prêmio ficou com o conselheiro da ABII, Marcelo Gramigna.

“Parabenizamos as empresas que inscreveram seus cases apoiando o Brasil na aceleração da adoção da indústria 4.0. É fantástico verificar os excelentes projetos e soluções construídas e os ganhos apresentados. O propósito da ABII é justamente fomentar e divulgar todo o potencial que estes avanços trazem na produtividade e nos investimentos no País” destaca Gramigna.

A segunda rodada de inscrições do Prêmio ABII 2022 começa nos próximos meses e a grande final ocorre durante o 14º Encontro Nacional ABII, que está sendo planejado para outubro no estado de São Paulo. Data, local e cronograma de inscrições serão informados no site e redes sociais da associação.

A 1ª edição do Prêmio ABII foi realizada no ano de 2017 e teve a Embraco (hoje Nidec) como vencedora com o case "diili - plataforma de serviços para refrigeração comercial, através da aplicação de IoT". A 2ª edição, em 2019, teve a Pollux como vencedora com o projeto "Linha de e-commerce para preparação de pedidos customizados" (desenvolvido para a Dolce Gusto/Nestlé). A 3ª edição (realizada no formato online), em 2020, também teve a Pollux como vencedora com o projeto "Logística 4.0" (desenvolvido para a tinturaria Florisa).

A 4º edição, em 2021 (também realizada no formato online), teve a empresa Latos como vencedora com o projeto “Manutenção preditiva em equipamentos de usinagem utilizando sensores de vibração” (desenvolvido para a Stihl). Foi a primeira vez que a ABII abriu o prêmio para todas as empresas interessadas. Até a terceira edição participaram apenas empresas associadas. No ano de 2018 foi realizado um desafio que substituiu o prêmio.

Confira fotos do evento e mais detalhes dos dois cases que já são finalistas do Prêmio ABII 2022:

Empresa: Tupy
Case: “Jornada dos dados para a inteligência”

Resumo enviado na inscrição: Neste case, a Tupy descreve sua jornada de coleta de dados com a implementação de projetos importantes que em conjunto permitiram para a empresa transformar os dados industriais em inteligência. Sendo as tecnologias envolvidas:

-Desenvolvidos da camada MES Tupy (solução desenvolvida pela própria Tupy com foco na realidade de um processo de fundição);
-A adição do módulo de rastreabilidade, o qual permitiu aos dados receberem contexto do processo produtivo e a conexão entre a etapa de processo contínuo (fusão) com as etapas de processo discreto (macharia, moldagem e acabamento);
-O case é complementado com a prova de conceito de aprendizado de máquina onde os dados gerados pelas etapas anteriores permitiram ao time atingir um nível de inteligência através de modelos de predição com foco no tema qualidade.

Os resultados finais demonstram como o conhecimento e tecnologia da Tupy, além dos benefícios da jornada de transformação digital, são materializados em valor para a organização, sociedade e acionistas.

Empresa: MPK Equipamentos Industriais e Ferroviários
Case: “IoT Salvando Vidas na Operação Ferroviária”

Resumo enviado na inscrição: Este case retrata a aplicação do IoT tanto em indústrias que utilizam a ferrovia no seu processo fabril, quanto no transporte logístico de cargas através da ferrovia. O case trata da utilização do protocolo MQTT, para monitoramento de equipamentos de waysides ferroviários e o impacto positivo que isso traz.

Sobre a ABII

A ABII - Associação Brasileira de Internet Industrial, fundada em agosto de 2016, atua com o objetivo de promover o crescimento e o fortalecimento da internet industrial das coisas e da indústria 4.0 (IIoT & I4.0) no Brasil. Fomenta o debate entre setores privado, público e acadêmico, a colaboração, a geração de conhecimento e o intercâmbio tecnológico e de negócios com associações, empresas e instituições internacionais.