Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Coprocessamento alcança 30% da matriz energética na indústria cimenteira
EVENTO

Coprocessamento alcança 30% da matriz energética na indústria cimenteira

Assessoria de Imprensa - 08 de novembro de 2023 705 Visualizações
Coprocessamento alcança 30% da matriz energética na indústria cimenteira

O coprocessamento, atividade responsável pela transição energética na indústria do cimento, atingiu sua melhor marca em 2022, desde o início das medições. Foram 3.035 milhões de toneladas de resíduos processados, sendo 2,856 milhões de toneladas de combustíveis alternativos e biomassas e 179 mil toneladas de matérias-primas alternativas. Ao todo foram cerca 2,9 milhões de toneladas de CO2evitados no período
É o que revela o Panorama do Coprocessamento 2023 (ano base 2022), que será divulgado pela Associação Brasileira de Cimento Portland – ABCP durante o 8º Congresso Brasileiro do Cimento (CBCi), que acontece de 6 a 8 de novembro, no Hotel Renaissance São Paulo.
A atividade alcançou 30% de participação na matriz energética - antecipando a meta prevista para 2026. Já são 25,813 milhões de toneladas de resíduos coprocessados nos fornos de cimento de 1999 a 2022, ou seja, resíduos que deixam de ser destinados em aterros e que são transformados em energia ou que substituem matérias-primas utilizadas pela indústria do cimento, preservando os recursos naturais em linha com a circularidade.
Com o coprocessamento, o setor mantém seu compromisso e segue atuando na redução das emissões de CO2, com o uso de diversos tipos de resíduos em substituição ao coque de petróleo, combustível mais utilizado no processo de fabricação de cimento. Exemplos de resíduos coprocessados pela indústria do cimento são: pneus usados; resíduos da agroindústria (como palha de arroz, casca de babaçu e caroço de açaí), e mais recentemente os resíduos sólidos urbanos – lixo doméstico, na sua fração não reciclável. Só em pneus inservíveis foram coprocessados 340 mil toneladas em 2022, o que corresponde a cerca de 68 milhões de pneus.

8º CBCi
O CBCi reunirá autoridades, lideranças empresariais, economistas, corpo técnico e especialistas, nacionais e internacionais, para assistirem e debaterem temas que vão desde as reformas e políticas públicas que impactam todo o segmento da construção, até a inovação tecnológica na produção e aplicação do cimento e seus sistemas, passando pelas legislações e aspectos ambientais.
As ações da indústria como mecanismo ecoeficiente na destinação dos resíduos será apresentada por referências no assunto, como o professor da FGV, Gesner Oliveira, o promotor de Justiça, Luciano Furtado Loubet, o coordenador geral de descarbonização do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Gustavo Fontenele, o gerente nacional da Caixa Econômica Federal, Felipe Teles Cunha e do advogado especialista em Direito Ambiental, Fabricio Soler.
A programação completa do Congresso Brasileiro de Concreto está disponível no site

SERVIÇO
8º Congresso Brasileiro de Cimento Portland - CBCi
Data: 6 a 8 de novembro de 2023
Local: Renaissance São Paulo Hotel
Endereço: Alameda Santos, 2233 - Jardim Paulista, São Paulo