Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Concessionárias inauguram oficina de truques no Pátio Presidente Altino, com investimento de R$ 75 milhões
MANUTENÇÃO

Concessionárias inauguram oficina de truques no Pátio Presidente Altino, com investimento de R$ 75 milhões

ASSESSORIA DE IMPRENSA - 27 de março de 2024 381 Visualizações
Concessionárias inauguram oficina de truques no Pátio Presidente Altino, com investimento de R$ 75 milhões

[Imagem: Autores]


São Paulo,março de 2024 – A ViaMobilidade e a ViaQuatro inauguraram nesta terça-feira, 26 de março, a Oficina de Revisão Geral de Truques, no Pátio Presidente Altino, em Osasco. Graças ao empreendimento, 40 empregos diretos foram gerados, além de negociações com fornecedores e fabricantes de cinco países: Alemanha, Espanha, Polônia, Itália e Suíça, permitindo a abertura de mercado e o aquecimento da indústria ferroviária. O investimento total será de R$ 75 milhões até 2025.

Pioneira no segmento de transporte de passageiros do Brasil, a oficina permitirá que a concessionária execute a revisão geral dos truques ferroviários. Composto por elementos de rolamento, suspensão, tração e frenagem, o truque é um dos responsáveis por garantir que as composições se movam pelos trilhos e parem com segurança.

No local, será possível realizar a manutenção dos cerca de 1,7 mil truques ferroviários de trens que operam nas Linhas 4-Amarela e 5-Lilás de metrô e 8-Diamante e 9-Esmeralda de trens metropolitanos de São Paulo. A oficina será composta por equipamentos de última geração, empregando tecnologias nacionais e internacionais. Com isso, os truques poderão passar no próprio local por processos de limpeza, inspeção, reparos, troca de peças e ensaios de qualidade.

Antes da oficina de truques, a revisão geral contava com o apoio de parceiros. Com a inauguração, será possível trazer o processo para “dentro de casa”, o que assegura confiabilidade, rastreabilidade, garantia de qualidade dos processos e segurança operacional. Com isso, o resultado é a maior disponibilidade de trens na operação, proporcionando aos passageiros um atendimento mais seguro e eficiente.

O “coração” do trem

O truque é um dos principais equipamentos de um trem. Diferentemente de um eixo de carro, o truque ferroviário já traz em seu conjunto o motor, as rodas, pastilhas de freio, rolamentos, molas, bolsa pneumática e amortecedores. Também inclui uma estrutura chamada aranha, o eixo reboque, redutor, cilindros de freio, barras estabilizadoras, limpa-trilhos, lubrificador de friso, instalação elétrica e pneumática. Conta ainda com sistema de suspensão, para manter a estabilidade e atenuar as vibrações da via, evitando desconforto aos passageiros.

Etapas de manutenção

Na oficina, os truques vão passar por diversas etapas de manutenção. No caso dos equipamentos que vêm das Linhas 4-Amarela e 5-Lilás, o transporte será por meios rodoviários até o Pátio Presidente Altino, com caminhão próprio e preparado para a carga. Já os componentes advindos das Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda serão conduzidos até o local pela via férrea.

Após o recebimento e inspeção do estado geral do truque, é feita a desmontagem e a separação de componentes e peças. Em seguida, é feita a lavagem e limpeza desses elementos e a remoção da tinta. O próximo passo é a realização de ensaios não-destrutivos (END’s), com o objetivo de identificar defeitos e possíveis avarias que não são perceptíveis em uma inspeção visual. Depois, as equipes fazem a troca de peças consumíveis ou em fim de vida útil. Após estas etapas, é iniciada a preparação dos componentes para montagem. Na sequência, são feitos testes de qualidade em equipamentos de última geração.

Por fim, os truques passam por pintura, montagem, testes de qualidade finais e inspeções. Com a emissão de um relatório, o equipamento é encaminhado para a unidade e entra em operação, proporcionando segurança e conforto aos passageiros.

Estação de Tratamento de Água de Reúso

O projeto da oficina tem como um dos seus pilares a sustentabilidade, pois, associada à área de lavagem dos truques, foi instalada uma ETAR (Estação de Tratamento de Água de Reúso) com aproveitamento de água da chuva. Com isso, a água proveniente das atividades de lavagem é reaproveitada na mesma atividade e a água da chuva passa pelo sistema para complementar a oferta de líquido para lavagem e usos não potáveis, como nos vasos sanitários da oficina. A expectativa é economizar 8 mil litros de água por dia e 160 mil litros de água por mês.

A ETAR possui alta capacidade de tratamento, com reservatório para 20 mil litros de água da chuva e cerca de 2 mil litros de água tratada por hora. A projeção é de que a água seja utilizada também para outras demandas, como lavagem de piso, tornando todo o processo sustentável e sem perdas.

Segundo estudo realizado pelo Instituto Trata Brasil, mais de 40% da água potável e tratada no país é perdida pelo caminho até a casa dos cidadãos. O número é equivalente a 8 mil piscinas olímpicas. Neste contexto, a ViaMobilidade e a ViaQuatro contribuem para evitar o desperdício de água potável em processos industriais, por meio da utilização de água de reúso.

Equipamentos de última geração

Para a construção da oficina de truques, as concessionárias fizeram a aquisição de 13 equipamentos de última geração, tanto na indústria nacional quanto no mercado internacional. O principal desafio para as compras foi encontrar máquinas com funções específicas para atender às necessidades de cada atividade.

Confira os principais equipamentos da oficina:

Bancada de testes – Suíça

O equipamento, adquirido da empresa suíça Nencki, tem como função realizar ensaios estáticos nos truques revisados e montados (prontos), atestando a qualidade do processo e operação. São avaliados os seguintes quesitos: balanceamento de forças e alinhamento de montagem das suspensões primária e secundária dos truques; ensaio de estanqueidade (teste de vazamento); ensaio de resistividade elétrica do truque; medição de diâmetro e excentricidade de rodas; cálculo de calços para as suspensões, entre outros.

Bancada de testes – Itália

A bancada de testes adquirida da italiana Irmie Impianti S.R.L. realiza ensaios dinâmicos, podendo simular operações até 160 km/h nos truques revisados e montados, atestando a qualidade do processo e operação em folgas de montagem de rolamentos e outros componentes; temperatura de componentes rotativos em operação; emissão de ruído, entre outros.

Mandriladora – Espanha

A mandriladora vertical, comprada da espanhola Geminis Lathes S.A., realiza o acabamento dimensional e de superfície de rodas ferroviárias novas (vindas da fábrica), de modo a permitir a montagem posterior em eixos ferroviários.

Torno horizontal – Espanha

Também proveniente da Geminis Lathes S.A., o torno horizontal realiza o acabamento dimensional e de superfície de eixos ferroviários novos (vindos da fábrica), de modo a permitir a montagem de rodeiros ferroviários (conjunto de um eixo e duas rodas).

Prensa hidráulica – Alemanha

A prensa hidráulica, do fornecedor alemão MAE (Maschinen-und Apparatebau Götzen GmbH), realiza a montagem e/ou desmontagem de rodas e engrenagens de caixas de transmissão, por meio da prensagem de rodas em eixos ferroviários. Desse modo, são montados os rodeiros ferroviários (conjuntos de duas rodas, um eixo e dois rolamentos), posteriormente instalados em um truque.

Bancadas de testes de Suspensão – Polônia

As bancadas de testes de suspensão da oficina foram adquiridas da Polônia, com a empresa Asco Rail SP. Z O.O para testar elementos fundamentais para a segurança da circulação dos trens e conforto dos passageiros. São esses: molas, amortecedores e bolsas de ar. Após longos períodos de operação/uso ou em períodos de revisão/manutenção, estes elementos de suspensão devem ser submetidos a ciclos de ensaios nestes equipamentos para atestar as suas condições operacionais.

Bancadas de testes – Itália e Brasil

As bancadas de testes de pinças de freio, motores de tração e caixa de transmissão (redutoras) foram adquiridas da empresa Simpro, gigante do mercado de automação industrial na Itália, possuindo sede no Brasil, em Minas Gerais. A planta instalada em Betim-MG sempre atendeu ao mercado automotivo brasileiro, implantando projetos de automação e ensaios de quase todas as montadoras deste setor. O novo desafio trouxe a necessidade de envolvimento pleno do time de Engenharia da SIMPRO Itália, com know-how já consolidado no segmento ferroviário na Europa

Os equipamentos adquiridos são essenciais para atestar a qualidade do serviço executado de revisão desses componentes (motores, caixas de transmissão e pinças de freio), assim como garantir a segurança dos truques a serem postos em operação.

Para atuar na oficina de truques, os colaboradores receberam capacitações específicas, com treinamentos com duração total de mais de 2 mil horas. Além disso, a equipe vai passar por um período de operação assistida, com duração de 240 dias, junto aos times de Engenharia da Plataforma de Mobilidade do Grupo CCR.