Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Governo de São Paulo aposta em inteligência artificial para desenvolver o agroturismo
TECNOLOGIA

Governo de São Paulo aposta em inteligência artificial para desenvolver o agroturismo

por Redação Notícias de Franca - 30 de abril de 2024 544 Visualizações
Governo de São Paulo aposta em inteligência artificial para desenvolver o agroturismo

[Imagem: Autores]


Assistente virtual LIA já foi um dos destaques da WTM, feira internacional de turismo

A primeira assistente virtual do turismo de São Paulo vai interagir com o público a partir de domingo (27), na Agrishow, a maior feira de tecnologia agrícola da América Latina. LIA, como foi chamada, marca presença em um totem interativo divulgandoos principais destinos de viagem de SP, com destaque para o turismo rural.

Com recursos de áudio, texto e vídeo, a assistente estabelece conexões entre o conteúdo e o perfil do visitante, proporcionando uma experiência rica de significados, do início ao fim. Com a inteligência artificial, a assistente oferece informações sobre as 47 regiões turísticas do Estado e centenas de atrativos, em português, inglês, espanhol, francês, alemão e italiano.

“É uma nova etapa no turismo de SP, ampliando a experiência do turista”, afirma o secretário Roberto de Lucena, de Turismo e Viagens de SP. “Com ela, já é possível descobrir novos destinos, uma vez que LIA compreende o perfil do usuário e se aprimora a cada interação”, disse. A inteligência artificial é uma parceria da Setur-SP com o São Paulo Convention & Visitors Bureau (SPCVB) e a empresa de tecnologia RCB.

“O Visite São Paulo busca inovar nas soluções que melhorem a experiência do visitante e coloquem São Paulo em evidência, gerando novas oportunidades. A inteligência artificial que lançamos agora é irmã da Lina, criada durante o 1º Hackathon Visite São Paulo, e vai trazer interação e conteúdo personalizado sobre os destinos e atrações do Estado”, comenta Toni Sando, presidente executivo da entidade.

A Setur-SP também lança o Mapa de Turismo Rural do Estado e apresenta ao público a possibilidade de degustar queijos, doces, cafés, entre outras iguarias, de 23 produtores que integram a rica culinária regional das dez rotas gastronômicas do Estado de SP. Além disso, a Setur-SP transfere seu gabinete, durante toda a semana, para a Agrishow para atender prefeitos e representantes dos municípios da região.

As novidades estarão expostas no Pavilhão de Artesanais e Agroturismo, em um espaço de 1.600 m², uma parceria com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento de SP. Uma das salas será dedicada ao crédito turístico, iniciativa do programa Creditur SP, com R$ 4 bilhões em linhas especiais para o setor.

No espaço da Setur-SP ainda será possível ter acesso a uma cartilha com orientações de turismo rural e gastronômico e, no auditório, será exibido em telão um vídeo promocional sobre os produtores paulistas do Programa Sabor de SP, o mais completo programa de valorização da culinária regional do país.

Durante o período da feira, uma carreta posicionada ao lado do pavilhão, atende demandas das prefeituras locais. “É uma grande oportunidade de mostrar a força do turismo rural para SP, um segmento que cresce cerca de 30% ao ano e leva desenvolvimento sustentável para o interior”, afirma Lucena.

De acordo com o Centro de Inteligência da Economia do Turismo (CIET), a feira deve gerar movimentação de R$ 621 milhões na região de Ribeirão

Preto, e atrair 200 mil visitantes. Os destinos rurais estão entre os mais procurados pelos viajantes em São Paulo e no Brasil, segundo o Sebrae. O

Estado tem mais de 1,2 mil propriedades rurais cadastradas para visitação.