Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Maranhão tem participação importante na Conferência Regional de Ciência e Tecnologia, em Recife
TECNOLOGIA

Maranhão tem participação importante na Conferência Regional de Ciência e Tecnologia, em Recife

por Governo do Maranhão - 02 de maio de 2024 334 Visualizações
Maranhão tem participação importante na Conferência Regional de Ciência e Tecnologia, em Recife

[Divulgação]


O Governo do Maranhão reforça o compromisso com o progresso científico e tecnológico durante Conferência Regional de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), que acontece até sexta-feira (3), na cidade de Recife (PE). A delegação do maranhense, formada por representantes da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secti), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Maranhão (Fapema), das universidades Estadual do Maranhão (Uema) e da Região Tocantina (Uemasul) e do Instituto Estadual de Educação (Iema), apresenta no evento os resultados das discussões que aconteceram durante a Conferência Estadual de CT&I, realizada em abril, em São Luís (MA).

O evento em Recife foi aberto pela ministra de Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos. Ela destacou o protagonismo do Maranhão, com seus avanços e contribuições para os debates no seguimento. "Temos uma boa expectativa, pois o Maranhão vive um momento muito rico, com a ampliação de seu parque tecnológico e outros importantes avanços. Que possamos, cada vez mais, assegurar os investimentos que o estado merece, na ciência e tecnologia", pontuou.

“Esta é uma oportunidade de desenhar a nova estratégia nacional de ciência e tecnologia do nosso país. Sem ciência e tecnologia não avançamos no desenvolvimento, no crescimento econômico, na saúde, as empresas não conseguem criar novos produtos que a população precisa, nada disso avança. Temos que ser fortes, para que estas proposições estejam embasadas no sentimento do nosso povo. Para isso, se concretiza essa conferência. O Maranhão traz essa presença forte para reforçamos a cultura, a economia, a saúde, a educação e, sobretudo, a ciência”, avalia o secretário de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social (Sedes), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Inácio Arruda.

A conferência regional, visa discutir e priorizar as políticas públicas a serem implementadas na região Nordeste nos próximos 10 anos, é mais uma etapa preparatória para a nacional. O encontro nacional acontecerá de 4 a 6 de junho, em Brasília (DF), com o tema "Ciência, Tecnologia e Inovação para um Brasil Justo, Sustentável e Desenvolvido". O MCTI encabeça a iniciativa de promover reuniões em todos os estados com a participação dos governos estaduais e de todos os atores ligados à ciência, tecnologia e inovação do país.

O Maranhão está fazendo o seu papel e participa ativamente das discussões. A secretária adjunta da Secti, Wasti Cunha, destacou a importância da participação do Maranhão no evento. "Estamos comprometidos em contribuir para o fortalecimento do desenvolvimento científico e tecnológico não apenas do nosso estado, mas de toda a região e do país. A conferência regional oferece uma excelente oportunidade para compartilhar nossas experiências e conhecer as últimas tendências e estudos em nossas áreas específicas de conhecimento", pontuou Wasti Cunha, que integrou a mesa de abertura do evento representando a secretária da Secti, Natassia Weba.

A conferência regional tem como objetivo principal reunir diversos segmentos da sociedade civil, incluindo minorias, juventude, setor governamental, setor empresarial e tomadores de decisão, para discutir questões pertinentes e fomentar a colaboração e cooperação no âmbito da CT&I. Nesse contexto, a presença da equipe maranhense é fundamental para enriquecer os debates e promover parcerias estratégicas.

"Acreditamos que a colaboração entre os diferentes atores envolvidos na CT&I é fundamental para impulsionar o desenvolvimento sustentável e promover o bem-estar de nossa sociedade", ressaltou Nordman Wall. "Estamos comprometidos em trabalhar em conjunto com outras instituições e estados para alcançar esses objetivos comuns”, destacou o presidente da Fapema, reforçando que o governador Carlos Brandão entende a ciência e tecnologia como impulsionadores do desenvolvimento do estado.

A delegação do Maranhão no evento conta ainda com as participações da chefe do setor de inovação e empreendedorismo da Fundação, Isaura Modesto; do superintendente de ciência, tecnologia e cidadania digital da Secti, Eduardo Oliveira e da líder do eixo Universidade da Secti, Thaiane Santos, do pró-reitor de pós-graduação e inovação da Uemasul, Allison Oliveira; dos coordenadores de projetos institucionais, Gaudino Gusmão, e de pesquisa e inovação Alexandre Costa, ambos do Iema e do gestor-geral do Iema pleno São Luís, Jonhatan Camilo.

Todos participam ativamente do debates em mesas-redondas, como relator, moderador e facilitadores de grupos de trabalho que abordam temáticas como: Inovação no Setor Produtivo Nordestino, Estratégias de CT&I para o Ecossistema Nordestino, Assimetrias Regionais no Sistema de CT&I, CT&I para o Desenvolvimento Social, Recuperação, Expansão e Consolidação do Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação, Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Social, Reindustrialização em Novas Bases e Apoio à Inovação e CT&I para Programa e Projetos Estratégicos.

Representantes da Uema, Uemasl e Iema reforçaram que a presença do Estado do Maranhão na conferência regional demonstra o compromisso do governo em promover avanços significativos nos setores científico e tecnológico, alinhando-se aos esforços nacionais para impulsionar a inovação e o desenvolvimento regional. Essa colaboração e troca de conhecimentos certamente contribuirão para o progresso e prosperidade de toda a região.