Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias ABB Robótica faz avanços em automação para viabilizar obras mais seguras e sustentáveis
Tecnologia

ABB Robótica faz avanços em automação para viabilizar obras mais seguras e sustentáveis

Assessoria de Imprensa - 14 de junho de 2021 414 Visualizações
ABB Robótica faz avanços em automação para viabilizar obras mais seguras e sustentáveis

ABB Robótica está impulsionando a automação na indústria da construção com novas soluções de automação robótica para solucionar desafios como a necessidade de mais moradias ecologicamente corretas e acessíveis e para reduzir o impacto ambiental da construção em meio a falta de mão de obra qualificada. A automação robótica tem potencial para melhorar a produtividade, eficiência e flexibilidade da manufatura em toda a indústria da construção, incluindo automatizar a fabricação de casas modulares e construir componentes fora do local, soldagem robótica e manuseio de materiais em canteiros de obra e robô para impressão 3D de casas e estruturas customizadas. Assim como estão tornando a indústria mais segura e mais econômica, os robôs estão melhorando a sustentabilidade e reduzindo o impacto no meio ambiente ao melhorar a qualidade e reduzindo o desperdício.

“Com tão poucos negócios de construção usando automação atualmente, há um enorme potencial para nós transformarmos a indústria por meio da robótica. Diferente de construir um carro ou na montagem de eletrônicos, muitas técnicas usadas na construção não mudam há gerações, então nós estamos desenvolvendo novas soluções para solucionar os principais desafios da indústria,” disse Sami Atiya, Presidente da ABB Robotics & Discrete Automation Business Area. “Esse novo segmento de cliente irá aumentar nosso portfólio como parte de uma estratégia mais ampla para acelerar a expansão em segmentos de alto crescimento incluindo eletrônicos, saúde, bens de consumo, logísticas e alimentos e bebidas, para atender à crescente demanda por automação em diversas indústrias.”

Em um recente pesquisa global realizada pela ABB, das 1.900 grandes e pequenas empresas de construção na Europa, Estados Unidos e China, 91% disseram que enfrentarão uma crise de falta de pessoal qualificado nos próximos 10 anos, com 44% dizendo que há problemas para preencher as vagas na construção. Melhorar a saúde e segurança no canteiro de obras foi uma prioridade para 42% dos entrevistados e a mesma porcentagem disse que o ambiente é o principal direcionador para a mudança na indústria.

Outra constatação é que 81% das empresas de construção disseram que eles introduzirão ou aumentarão o uso de robótica e automação na próxima década, enquanto hoje só uma ou outra empresa se beneficia da robótica. Na pesquisa, somente 55% das empresas de construção disseram usar robôs, comparado com 84% na Automotiva e 79% na Manufatura.

As previsões do segmento para o valor total da indústria de construção global preveem um crescimento de até 85%, em torno de $15.5 trilhões em todo o mundo até 2030, enquanto estudo interno da ABB Robótica sobre o potencial de mercado para automação robótica para os próximos 10 anos é para uma alta taxa de crescimento de dois dígitos nos setores chave da construção, incluindo pré-fabricação e impressão 3D.

Robôs viabilizando uma nova abordagem

Com a nova indústria enfrentando regulamentações ambientais mais rigorosas e a necessidade de edifícios mais econômicos, a automação robótica reduz o desperdício ao melhorar a qualidade e consistência, o que é considerável quando estima-se que até um quarto do material transportado para um canteiro de obra será desperdiçado. Com soluções digitais e de automação, as construtoras também podem projetar o descarte no início de um projeto por meio de um projeto eficaz de um edifício e de processos de construção.

Com mais de 200.000 vagas para trabalhadores de alto e baixo nível de capacitação na União Europeia só no segundo trimestre de 2020, a falta de mão de obra na indústria é um problema crescente, com pessoas mais jovens se desinteressando pelas carreiras de construção por achar que é uma profissão perigosa. Os trabalhadores da construção somam cerca de 30% das lesões do ambiente de trabalho e têm até quatro vezes mais chance de serem envolvidos em um acidente fatal comparado com outros setores, com 108.000 fatalidades estimadas a cada ano em todo o mundo.

Os robôs podem tornar a construção mais segura ao manusear cargas grandes e pesadas, trabalhando em espaços menos seguros e permitindo métodos novos e mais seguros de construção. Usar robôs para tarefas repetitivas e perigosas das quais as pessoas cada vez mais não querem fazer significa que a automação pode ajudar a dar apoio para a crise de mão de obra e talentos e tornar a carreira de construção mais atraente para pessoas jovens.

“Um novo foco na saúde, segurança e sustentabilidade estão impulsionando investimentos em robótica, enquanto o encolhimento de pessoas qualificadas significa que a indústria da construção precisa de robôs para ajudar a manter junto os desafios da urbanização e da mudança climática,” adicionou Atiya. “Estamos colocando nossa expertise e portfólio líder da indústria de robôs e ferramentas digitais no centro da cadeia de valor da indústria da construção com soluções de automação para construção mais rápida, mais acessível e sustentável, enquanto dá suporte na falta de mão de obra ao manusear cargas grandes e pesadas, acessando locais insalubres e permitindo formas novas e mais seguras de construir.”

Inovação já em uso

Projetado para melhorar a flexibilidade, produtividade e qualidade, os projetos piloto incluem a fabricação automatizada de suportes de telhados de madeira com a Autovol no Canadá, a instalação robótica de elevadores com a Schindler Lifts e a automação robótica da produção de casas modulares pré-fabricadas da City Intelligent, que já aumentou a eficiência da produção em 15% e velocidade em 38%, enquanto reduz o desperdício em 30%.

A aplicação de soldagem robótica da Skanska melhorou a qualidade, a produtividade dos funcionários e a segurança ao automatizar a fabricação de malhas de estrutura de aço no local. Esta solução também reduziu o custo e o impacto ambiental do transporte de malhas de estrutura acabados em grandes volumes para os canteiros de obras.

“É cada vez mais desafiador encontrar pessoas para realizar tarefas difíceis e demoradas, o que significa que nós devemos olhar mais para frente no campo para encontrar os trabalhadores que nós precisamos,” disse Ulf Håkansson, Diretor Técnico para a Skanska Construction. “Alocar essas tarefas para os robôs pode ajudar nisso, permitindo que nós empreguemos nossos funcionários de maneira mais eficaz. A automação também se encaixa na experiência e imaginação da próxima geração de engenheiros, estes que já cresceram com a tecnologia e serão inestimáveis para nos ajudar a encontrar novas formas de usar robôs em nossos negócios”, finaliza Håkansson.